Great Scott #179: Por quantas horas os adeptos do Chaves fecham a fronteira com Espanha em 1984?

Great Scott Mais 12/11/2020
Tovar FC

author:

Great Scott #179: Por quantas horas os adeptos do Chaves fecham a fronteira com Espanha em 1984?

Sete

Segunda divisão, zona norte, 1983-84. A quatro jornadas do fim, três candidatos à subida: Chaves 34 pontos, Vizela 34 e Leixões 31 (com menos um jogo). No dia 21 Abril 1984, o Leixões despacha o São Martinho com hat-trick de Rui Lopes (3:0) e aguarda o desfecho de Vizela-Chaves. Isso mesmo, os dois primeiros jogam entre si. Daí a convocatória de um árbitro internacional. Chama-se Vítor Correia.

O jogo é resolvido por um golo de Maurício, aos 51 minutos. Acaba 1:0 para o Vizela, se bem que o Chaves se queixe de um golo mal anulado. E, pronto, está o caldo entornado. Os dirigentes do Chaves protestam a arbitragem de Vítor Correia e os adeptos bloqueiam a fronteira de Vila Verde da Raia até à meia-noite. Nada de violência nem agressividade, só contestação. A polícia está lá a controlar, só isso. O protesto acaba na segunda-feira de madrugada.

E depois? Na jornada 28, vitórias de Vizela (3:2 em Barcelos) e Chaves (2:0 vs Fafe). Na 29.ª e penúltima, o Chaves empata a zero em Famalicão. O Vizela ganha 1:0 ao Riopele, golo de Cartucho aos 77’, e assegura o título de campeão da zona norte. Sobe à 1.ª pela primeira (e única) vez. Desce à 2.ª na época seguinte, com 15 pontos em 60 possíveis.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *